Notícias
MADEIRA CERTIFICADA? 31/05/2010
 
Selo FSC
Atualmente diante de tantos problemas ambientais, todos já ouviram sobre o assunto “madeira certificada”, no entanto o conceito ainda é confuso para o consumidor, e até para o próprio agente de decisão política. Aparentemente, para um consumidor, nada diferencia uma madeira certificada de uma não certificada, então qual é a diferença? A diferença está na sua origem, a certificação garante que a madeira foi extraída através de um plano de manejo sustentável, ou seja, a exploração foi feita visando o mínimo de impacto ambiental para a floresta. No plano de manejo se decide, por exemplo, as espécies a serem extraídas, quais árvores serão derrubadas e quais serão preservadas para garantir a regeneração natural da floresta, assim como técnicas usadas para derrubar e arrastar a árvore, para não matar outras árvores menores nas proximidades.
Essa certificação é dada através de um selo verde chamado FSC (Forest Stewardship Council), ou Conselho de Manejo Florestal, em português. O FSC atua de três maneiras: desenvolve os princípios e critérios (universais) para certificação; credencia organizações certificadoras especializadas e independentes; e apóia o desenvolvimento de padrões nacionais e regionais de manejo florestal, que servem para detalhar a aplicação dos princípios e critérios, adaptando-os à realidade de um determinado tipo de floresta. O FSC é o selo verde mais conhecido no mundo, no Brasil ele foi criado em 2001, e compete ao Conselho Brasileiro de Manejo Florestal a sua emissão. Muitas empresas hoje em dia exigem o selo verde de seus clientes, por exemplo, para exportar uma madeira é necessário que a mesma seja certificada. Quando se identifica o selo FSC no produto, sabe-se que a floresta da qual ele é oriundo está sendo explorada de acordo com todas as leis vigentes e de forma correta do ponto de vista ecológico, social e econômico. Isso diferencia o produto de outros similares e agrega valor.
Por fim entendemos que compete ao IBAMA (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) fiscalizar a exigir que madeireiras possuam o selo verde, mas nós como cidadãos conscientes, devemos ser os maiores fiscalizadores da natureza, sempre exigindo produtos certificados.

Autor: Mateus Vieira Storino – Engenheiro Ambiental.
 
Bichos são reintegrados á natureza com a ajuda de agricultores... 01/10/2010
Agricultores podem ajudar na reintegração à natureza dos animais apreendidos vítimas de maus-tratos ou tráfico. Para isso, é preciso fazer o credenciamento junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibam ...
 
Política Nacional de Resíduos Sólidos é aprovada na Câmara dos Deputados... 07/05/2010
O Brasil está a um passo de estender a responsabilidade sobre a destinação de resíduos sólidos para todos os geradores, como indústrias, empresas de construção civil, hospitais, portos e aeroportos. Nesta quarta-feira (10/3), foi aprovado no ...
 
 
 
 
Links:
 
EPAMIG
Artes de Minas
GAMA - Grupo Amigos do Meio Ambiente